O tecido corino tem se popularizado atualmente por sua forma ecológica de revestir sofás, cabeceiras e poltronas. 

O corino faz parte da família do couríssimo e do corano, que visam substituir o couro puro e manter a mesma qualidade a um preço bem mais acessível.

Também chamado de couro sintético, a maior vantagem é que é produzido ecologicamente, já que, obviamente, não é pele real de nenhum animal.

O material do corino leva plásticos em sua composição para manter a aparência do couro natural e aos olhos de quem não entende muito, pode passar despercebido.

Como limpar tecido corino?

O tecido corino é tão fácil de limpar quanto o couro natural por ser um material que contém plástico em sua composição.

Para limpar, basta aplicar uma camada de sabão em uma esponja molhada e limpar toda a superfície do sofá, por exemplo. 

Depois disso, passamos um pano úmido para retirar as sujeiras restantes. A melhor parte é que não precisa ser hidratado como o couro natural.

O corino não precisa de hidratação, pois não racha como o couro comum, já que a elasticidade desse tecido é bem maior que a do couro natural.

Tecido courvin: o que é isso?

Esse outro tipo de tecido da família do couro é muito usado nas montadoras de veículos atualmente por oferecer a mesma qualidade do couro natural e um custo muito mais acessível.

Além disso, o produto não depende de nenhum animal para ser produzido, já que é um couro sintético,

Assim como o corino, o courvin é chamado de couro ecológico e, apesar de antigamente esse tipo de tecido ser tratado com desdém por seus consumidores, hoje ele alcança alto nível de qualidade e, por isso, grandes montadoras de veículos entregam seus carros com poltronas em tecido courvin.

Uso o tecido courvin

O courvin é um exemplo perfeito do avanço da indústria têxtil, já que o produto usa materiais diversos em sua produção como PVC, Poliéster e Nylon.

Tudo isso, faz com que esse material seja muito mais resistente que o corino, por isso, esse tipo de tecido está presente em assentos de ônibus que costumam ser muito utilizados todos os dias, e mesmo assim não se desgastam.

Por sua facilidade de limpeza, o tecido courvin pode ser usado em sofás, poltronas e até em roupas, já que, para os leigos, é igual ao couro natural.

Qual a diferença entre corino e courvin?

Apesar de serem muito parecidos até mesmo em suas classificações de couros sintéticos, os dois tecidos têm uma grande diferença e isso muda tudo quando se pensa no uso desses dois materiais.

Ao contrário do corino, o tecido courvin possui uma malha menos densa na parte de baixo do tecido, ou seja, embaixo do “couro”. Lembra até uma espécie de tela e como a malha do courvin é feita de Nylon ou sarja, o material é bem mais resistente e por isso é recomendado para lugares que são muito expostos ao atrito diário, como no caso das poltronas de ônibus, enquanto o corino é mais recomendado para sofás e poltronas domésticas.